Español

TRABALHO EM EQUIPE

-DR. JORGE MÊNDEZ TRUJEQUE

“Reunir-se é o começo, permanecer juntos é progresso, trabalhar em equipe é sucesso.”
Henry Ford

O trabalho em equipe implica um grupo de pessoas que se organizam de uma determinada maneira para atingir um objetivo comum. É tão fácil, mas como é difícil fazer isso acontecer. Durante a nossa formação médica nos ensinaram anatomia, fisiologia, dissecção e assuntos afins como bioética e outros, mas não fomos ensinados a trabalhar em equipe.

O trabalho em equipe sempre foi importante, mas na vida de hoje é essencial. O trabalho em equipe faz parte do DNA do ser humano, somos uma espécie, entre outras, que precisa de colaboração para funcionar. Por outro lado, grandes conquistas não podem ser concebidas sem trabalho em grupo, isso se aplica a obras materiais, como o muro da China, ou a projetos específicos ou gerais, como uma candidatura presidencial, etc. Atualmente um parâmetro para medir o desenvolvimento de uma empresa, instituição ou pessoa é sua capacidade de trabalhar em equipe.

Ao trabalhar em equipe, os esforços de todos os membros são aprimorados, levando a menos tempo de ação e melhores resultados. Garantir que os participantes do grupo tenham o mesmo objetivo e que cada pessoa seja responsável pela sua área e pelo alcance do objetivo comum estabelecido é ideal para qualquer tipo de organização. Em geral, não é apropriado que duas ou mais equipes de trabalho em uma organização compartilhem o mesmo objetivo, pois o trabalho em equipe é a capacidade de trabalhar em conjunto para uma visão comum. Por outro lado, não basta ter as pessoas mais talentosas, mas também fazer com que esses talentos trabalhem em equipe.

Algumas dicas para um trabalho em equipe bem-sucedido incluem:

Confiança.  É o principal elemento para o trabalho em equipe, pois sem ele nada mais será alcançado. Todos os membros da equipe devem confiar uns nos outros. Deve-se promover um ambiente onde os membros compreendam seus papéis e conheçam suas habilidades, para que saibam como apoiar uns aos outros.

Objetivos comuns.  Desde o início, é preciso deixar bem claro quais são os objetivos a serem alcançados e definir como cada membro da equipe contribuirá para cumpri-los. Todos os seres humanos têm metas pessoais que buscam atingir, mas uma das chaves mais importantes para o bom funcionamento de uma equipe de trabalho é que as metas pessoais sejam compatíveis com os objetivos da equipe.

Sensação de pertencer.  De forma natural, o ser humano precisa se sentir parte de algo, o fator mais poderoso na criação de equipes é o desenvolvimento de uma identidade comum. Deve ficar claro o que identifica a equipe, os valores devem ser definidos e cada membro deve estar ciente do impacto de sua participação na equipe.

Entendimento entre as partes.  Sempre foi muito fácil criticar ou subestimar o trabalho dos outros, quando não se conhece ou não o executou. Para evitar isso, será necessário realizar reuniões para que cada integrante explique detalhadamente seu trabalho ou, se possível, realize exercícios de rodízio de áreas. Em geral, a organização de um projeto implica em algum tipo de divisão de tarefas, isso significa que cada membro da equipe realiza uma série de tarefas de forma independente, mas deve ficar claro que todos são responsáveis ​​pelos resultados totais da equipe.

Tomando uma decisão.  Em geral, é conveniente envolver os membros da equipe na tomada de decisões. Isso gera um brainstorm, abre a mente e motiva cada participante a compartilhar sua opinião, o que produz maior apego ao grupo. Isso nem sempre será possível, pois algumas decisões serão tomadas com outros critérios, mas em geral, se houver esse feedback e entrada de opiniões, será mais fácil implementar qualquer mudança ou estratégia.

Comunicação.  As equipes mais eficazes são aquelas que ouvem e dão feedback. É importante que eles troquem opiniões continuamente e criem estratégias e projetos juntos. Deve haver canais de comunicação adequados às necessidades do grupo para estar sempre em contato.

Responsabilidade e compromisso.  Os membros da equipe devem ter clareza de que os problemas, fracassos e sucessos são compartilhados e a responsabilidade de cada um. Evite a mentalidade “isso não é problema meu”.

Diversidade.  O ideal é que a equipe de trabalho tenha personalidades e interesses diferentes, mas compartilhe valores e um compromisso com o projeto. Um grupo homogêneo pode operar com eficiência, mas com pouca inovação. Idealmente, os membros da equipa de trabalho têm características diferentes em termos de experiência, formação, personalidade, aptidões, etc.

Sucessos do grupo.  Quando algo vai bem, não necessariamente tendo alcançado o objetivo final, deve haver palavras de incentivo e menção ao valor do trabalho de todos os membros da equipe. O papel de cada um pode ser destacado, mas o resultado do grupo deve ser destacado. Embora o trabalho individual seja reconhecido, é importante que os resultados da equipe sejam recompensados.

Líder.  Toda equipe de trabalho precisa de um líder que seja apoiado para tomar as decisões adequadas com base nas ideias e opiniões de toda a equipe.

A equipe de trabalho funciona se:

– São realizadas reuniões produtivas. Após cada encontro, os participantes sabem quais os passos a seguir e sentem que sua presença e participação foi importante. As reuniões são muito importantes, pois geram novas ideias e estratégias para atingir o objetivo.

– Quando os membros sabem o que fazer e conhecem o seu impacto no grupo e são produzidas novas ideias e inovações que permitem o crescimento do grupo. A criatividade e a inovação de todos devem ser incentivadas.

– Quando ouvem com interesse as opiniões dos outros e ajudam a oferecer soluções. Quando surge um problema ou contingência e todos estão dispostos a apoiar.

– Quando as decisões são apoiadas e acordadas.

A equipe de trabalho NÃO funciona se:

– Cada área se preocupa com seus próprios objetivos e culpa os outros por não atingi-los.

– Eles não se conhecem ou não se comunicam continuamente entre si.

– Há competição (insalubre) entre áreas ou indivíduos.

-Não confiam nos demais membros ou há falta de respeito ou desqualificação em relação ao seu trabalho.

-Quando você começa a falar de um e não de todos.

-Quando as decisões são arbitrárias ou sem suporte.

Não se esqueça que quando o “eu” é substituído pelo “nós”, até a doença se torna saúde.
E você, sabe trabalhar em equipe?

Author

flasog21

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.